terça-feira, janeiro 24, 2017

Na cripta da igreja da Senhora da Hora em Matosinhos! Uma sala com 200 pessoas recebeu com um enorme entusiasmo grupo Crinabel, apresentaram a peça de teatro "A Festa " encenação de Marco Paiva 
Foi Grande a Noite
Matosinhos, 21Janeiro 2017 
Fotos:Paulo Pimenta 

















# Memórias #







quinta-feira, dezembro 29, 2016

# Arquivo Dançante #

Nos dias 16 e 17 de Dezembro ao final da tarde, Cristiana Rocha e Marta Ramos desenvolveram um percurso (trans)sensorial que assinalou, juntamente com o lançamento da plataforma Arquivo Dançante criada por Sara Orsi, a suspensão formal de actividade do Núcleo de Experimentação Coreográfica – NEC, após 23 anos de intensa contribuição para a criação artística. Foi, sobretudo, um momento de agradecimento e celebração de um ciclo que transita agora, naturalmente, para outras possibilidades.

Cada um foi convidado a deixar-se atravessar pelas sensações de cada momento e a entrar na Sala Internet do Teatro Municipal Rivoli, uma espécie de “useless room” onde foi possível experienciar, ciclicamente, em sessões de curta duração, um estado de presença e atenção para consigo próprio, no qual se diluíram fronteiras entre corpos, espaços, tempos e se procurou expandir a consciência de que o instante concentra em si e convoca, em simultâneo, múltiplos passados, presentes e futuros, fluindo sem distinção de princípio e fim.















quarta-feira, dezembro 28, 2016

# “10 ANOS DE ALGUNS PLANOS” #

Exposição no Plano B
Bar Discoteca na Rua de Cândido dos Reis


O tempo passa rápido, as noites em que não se dorme correm contra o tempo. Já passaram 10 anos, e com eles são muitas as memórias dos momentos dessas noites em que se prolonga o nascer do dia seguinte. O Plano B representa os meus momentos e os meus percursos pela cidade. A noite para mim teve sempre um lado mágico, que me faz encontrar sítios onde me sinto muito bem, sítios esses que aproveito para continuar a fixar o meu tempo em imagens fotográficas. O Plano b encaixa nessa minha procura de adiar com fotografias, o dia seguinte. Esta exposição fixa memórias no tempo, do começo de uma nova fase na cidade do Porto, que acordou, sem ter ido ainda dormir. 10 anos passaram rápido, mas espero por muitos e muitos anos fotografar aquilo que mais gosto de fazer, e que o plano b continue a dar-me esses momentos, com muitos planos. Parabéns Plano b.











Ver o trabalho completo no Fugas Jornal Público fotogalerias